Como vai você? Perguntas para avaliar sua vida

Como você está?
Como vai?
Tudo bem?
Como vai tudo?
Amigos e conhecidos nos encontram com essas frases, ou cumprimentamos vizinhos e colegas com expressões semelhantes. Mas quantas vezes paramos para realmente considerar como a nossa vida está indo?
Revisar a vida é estar disposto a questionar os objetivos, valores, preferências e decisões que tomamos, se o que fazemos na vida cotidiana nos satisfaz, nos faz sentir felizes e se cumprimos as metas que estabelecemos.


Já parou para pensar que hoje, assim como todo dia, também pode ser o início de um novo ano em sua vida?

SUA SAÚDE:
Cuidar do seu descanso e, em geral, da sua saúde deve ser a primeira questão que você deve fazer ao avaliar sua vida. Você está cuidando de si mesmo, está fornecendo ao seu corpo tudo o que é necessário para mantê-lo vivo e saudável.
Pergunte-se sobre o que você come e como você se alimenta, se você se exercita o suficiente, se você descansa adequadamente,etc.
Você está feliz com a maneira de fazer isso?
Você está satisfeito com a maneira como cuida da sua
saúde?
Você está feliz com o tempo que você destina
para dormir e descansar?
Se você não está, você deve se perguntar por que você não
está fazendo isso corretamente ou o que está lhe impedindo de fazê-lo?

SEUS OBJETIVOS:
Você tem um objetivo? A resposta a essa pergunta é fundamental porque fala sobre suas motivações, suas razões para viver.
Você sabe o que você está vivendo?
Você sabe o que vai fazer no próximo mês, no próximo ano?
Precisamos saber o que queremos, para que possamos alocar
o tempo necessário para tomar ações concretas que nos aproximem desses
objetivos.
O que eu quero?
Onde eu quero estar?
Por que não estou onde eu pensava que estaria neste
momento?
O que fiz para chegar lá ou o que não fiz?
Quais decisões eu tomei ou devo tomar neste momento para
atingir essas metas?
Também é importante que você defina suas prioridades para
descobrir se está no caminho certo para atingir seus objetivos.




SUA ATIVIDADE PRODUTIVA:
Você gosta do que está fazendo agora?
O seu trabalho fornece recursos suficientes para atender às suas necessidades?
Você se sente feliz com o seu trabalho, com a carreira ou o que está cursando?
Você não tem disposição suficiente para levantar todo dia com entusiasmo para ir ao trabalho ou à escola?
Em vez fazer o que você está fazendo, você gostaria de estar fazendo outra coisa?
O que mais você gostaria de fazer?

SISTEMA DE CRENÇA:
É importante ter uma fé acima de tudo, seja uma religião, uma doutrina, uma ética que governa a vida cotidiana.
Pergunte a si mesmo quais são seus valores?
No que você acredita?
Quem incutiu esses valores e crenças?
Você acha que eles ainda são apropriados para a sua vida?
Você já questionou suas crenças ou as segue por hábito?
Você considera que aquilo em que você acredita permitiu que você levasse uma vida plena?




SUA FAMÍLIA E AMIGOS:
As relações familiares e de amizade são fundamentais para cimentar o bem-estar emocional em sua vida. Você passa tempo suficiente com sua família?
Seus parentes e amigos apoiam seus objetivos?
Eles têm uma influência positiva na sua produtividade e são otimistas?
Ou são responsáveis ​​por deprimi-lo, fazendo pouco caso de suas ambições e envolvê-lo em maus hábitos?
Além disso, como você se relaciona com os outros:
Você está na maioria das vezes disposto a ouvir, ajudar?
Você expressa seus sentimentos?
Você é confiável?
Ou você tende a se isolar e ser um eremita?

SEU PARCEIRO:
O parceiro pode ser a pessoa que mais nos faz feliz ou, pelo contrário, pode nos tornar muito infelizes. Eles também podem nos motivar ou minar nossa motivação.
Existe harmonia em seu relacionamento?
Seu parceiro apoia suas necessidades e objetivos?
Ele te trata com respeito?
Ele te satisfaz sexualmente?
Vocês falam sobre seus problemas, mantêm seus canais de comunicação abertos?




SUAS EMOÇÕES:
Às vezes, muitos dos aspectos da sua vida são bons: você é saudável, tem uma rede de amigos e parentes que lhe dá apoio, tem o trabalho dos seus sonhos, mas talvez suas emoções não estejam de acordo. Existem vários fatores porque você não se sente completamente à vontade emocionalmente.
É normal sentir diversas emoções ao longo de um dia, mas quando elas começam a ser um problema para levar uma vida cotidiana harmoniosa, é hora de se questionar:
O que eu sinto?
Como me sinto?
O que está causando essas mudanças?

É aconselhável que você escreva suas respostas para cada
pergunta feita neste artigo. Com certeza você vai se surpreender com o
resultado. Ao mesmo tempo perceberá que as soluções não são tão complicadas
quanto podem parecer.
Para algumas você mesma tem a solução, para outras é bom
contar com a ajuda de alguém que entenda sobre o assunto.