Eu ouço que me chamam, mas não vejo ninguém

Você de repente ouve um barulho, vira-se e percebe que não há nada que o produza?
Ou você certamente viu algo que ninguém mais vê?
Você já ouviu uma voz familiar dizer seu nome enquanto estava sozinho em casa?
Você se vira rapidamente, olha em volta e descobre que não há ninguém que possa ter chamado por você. É nesse momento que você não entende absolutamente nada, é como se a realidade em que você vive mudasse por alguns instantes, você até sente medo pelo que aconteceu, pelo desconhecido, porque sabe que só você o ouviu.
Como tentar explicar isso?

—-



—-

O estranho fenômeno de ouvir seu nome vindo de alguém que você não vê.

Clariaudiência

O que você está vivenciando é conhecido como clariaudiência, que é o termo aplicado ao poder psíquico natural que os humanos têm de ouvir através do material que nos rodeia em nossa vida diária, sem obstáculos de distância ou tempo.
Existem muitos seres ou energias ao nosso redor que não vemos, mas estão aqui interagindo em outros planos de consciência. Nós também somos energias, a única coisa que nos distingue dos outros é que temos um corpo físico.

Isso acontece com todos, mas por quê?

A física diz que, além disso, existem outros universos. E muitos deles em algum momento se cruzam com os nossos. Eles são habitados por seres etéreos.
Seres que, assim como podem ter boas intenções para aqueles de nós que vivem neste plano dimensional, há também aqueles cujas intenções são completamente opostas. Infelizmente para nós é o último que tenta entrar no nosso universo com mais frequência.

Entidades malignas ou não?

Eles podem se manifestar em toda a nossa realidade. Eles só podem tocar nosso plano dimensional, às vezes eles nem sequer se aproximam dele, mas só isso é suficiente para interferir em nossas vidas.
Quando tocam nosso mundo tridimensional, as moléculas do ar vibram. Eles fazem isso em frequências tão baixas, conhecidas como infrassom, vibrações que não podemos ouvir. Pelo menos não conscientemente. Nosso cérebro opera em frequências semelhantes àquelas dessas vibrações.
É então quando as vibrações sincronizam os processos cerebrais de tal forma que começamos a sentir coisas que não existem. Coisas como vozes, luzes, sombras, presenças. E num grau mais profundo, tristeza, medo, loucura, maldade, pesadelos…
A explicação científica para essa experiência de ouvir vozes não físicas é a alucinação auditiva.

—–



—–

Alucinações de coisas que não existem

Alega-se que percebemos essas alucinações de coisas que não existem na realidade física porque nossos sentidos ficam momentaneamente alterados por alguma circunstância.
Por exemplo: as vozes que ouvimos em nossos sonhos chamam nossa atenção para situações que enfrentamos no que chamamos de nossa vida real. Quando são vozes calmas e agradáveis, podem coincidir com nossos esforços para buscar a reconciliação com alguém de quem nos distanciamos.
Se, por outro lado, ouvirmos vozes estridentes e iradas, poderemos estar diante de decepções e situações desfavoráveis ​​que nosso espírito precisa que enfrentemos.
Nestes tempos da ciência, assume-se que essas vozes ou sons estranhos são gerados pelo cérebro. Acredita-se que as pessoas que alegam ouvir vozes sofrem de algum distúrbio psicológico ou consomem drogas alucinantes.
No entanto, devemos entender que existem pessoas que não sofrem de qualquer doença mental ou física e ocasionalmente ouvem essas vozes e sons, e não sofrem de problemas auditivos, nem com o uso de drogas alucinantes.
Para muitas pessoas criativas e com alta sensibilidade, ouvir vozes e sons tem um propósito funcional muito natural.
Por exemplo: imagine que você está muito concentrado tentando resolver um problema. De repente, você ouve uma frase claramente e você se vira para ver se há alguém próximo a você. A voz era firme e clara, mas ninguém está presente. De onde veio isso? Quem lhe ofereceu a informação que estava procurando?
Pela nossa formação social e cultural, podemos pensar que são mensagens dos anjos ou seres de outras dimensões. Para os pesquisadores psíquicos, essas vozes servem para provar que a percepção extra-sensorial é uma qualidade real que se torna mais aguda à medida que desenvolvemos nossos poderes psíquicos.
Em outras palavras, qualquer pessoa pode concentrar seu poder psíquico a fim de sintonizar uma voz ou som que sua mente consciente possa ouvir claramente.
Lembre-se de que somos seres espirituais vivendo uma experiência material neste mundo. O que parece sobrenatural para nós é mais natural do que pensamos.

—–