Fada de Gêmeos

Melior



Os nascidos sob o signo dos gêmeos são pessoas versáteis, que podem abraçar dentro de si as maiores contradições ou os maiores talentos. Eles não fazem uma coisa, fazem mil de cada vez e têm o dom de estar em toda parte. Nunca se cansam, nunca se desesperam, não pedem ajuda: parecem abrigar um exército dentro de si. E é muito provável que seja assim. Suas são almas antigas e sábias, que parecem ter vivido mil vidas antes desta.
A este signo corresponde uma fada experiente nos ventos, que está em todos os lugares furtivos e em todos os espaços estabelecem seu domínio. Melior é a dama dos Silfos que são os espíritos femininos do ar, que carregam sementes e pólen por toda a terra, que arrastam as nuvens, a chuva e guiam os pássaros.
Melior se identifica com os geminianos porque esse signo, como nenhum outro, sabe combinar as naturezas opostas dentro de si: masculino e feminino, amor e ódio, alma e corpo. Da mesma forma que as sílfides combinam existência física com o etéreo, e, assim, criam novos significados e funções para a vida, que é como Gemini vive sua existência, sempre criando algo novo.



Gêmeos pode recorrer à fada Melior quando estão fora de equilíbrio, quando sentem que a rotina se torna um peso e não conseguem dar novas formas e vida à sua existência. Eles devem pedir sua ajuda usando essa simples oração:
“Você que traça os mapas invisíveis dos pássaros, que sopram e transportam as sílfides de norte a sul, de leste a oeste, para abençoar cada colina e cada fenda em verde; você que respira a vida de flores e frutas, que piscam e fazem os rios e galhos se moverem. Fada Melior, impulsiona minhas asas para voar sobre a vida e observá-la, para decifrar suas chaves e segredos. Deixe-me criar o que eu vim para criar e não deixe que sejam apenas castelos no ar, mas vastos palácios de suas nuvens.”
Ao fazê-lo, todo favor será concedido.
Para a fada Melior se aproximar de sua casa, abra as janelas e portas um pouco antes do amanhecer, e deixe o primeiro vento vagar pelos seus aposentos. Mantenha as penas das aves que encontrar no caminho em uma caixa de vidro.

Livro: O colecionador de fadas

O colecionador de fadas é um livro de contos que reúne narrativas que envolvem os personagens nas mais diversas questões morais, metafísicas e até racionais. Há a constante presença do conflito, base do conto, onde os envolvidos se colocam nas mais inusitadas decisões e surpresas que somente a vida pode impor.

Livro: Contos de Fada e Desenvolvimento Psicossexual

Há muitos anos, em um reino distante, já se ouvia histórias que falavam de fadas e bruxas, príncipes e castelos, princesas e sapos, monstros e madrastas, anões e gigantes, esses e muitos outros personagens fazem parte do que conhecemos hoje por “Contos de Fadas”. Essas histórias são, constantemente, contadas e recontadas para crianças, adolescentes e adultos. Perpassam vários espaços sociais, sendo reconhecidas popularmente; quem nunca parou para ouvir ou para contar um Conto de Fadas? Qual dessas histórias lhe remetem a sua infância? A psicanálise se utiliza das histórias para chegar ao inconsciente das crianças, auxiliando na construção de uma sexualidade adequada a sua idade. É o mesmo que acontece nas histórias onde sapos viram reis; o processo da metamorfose, no qual tudo acontece a seu tempo, é essencial para o desenvolvimento de uma sexualidade plena e saudável.

Livro: A Cozinha Encantada Dos Contos De Fadas

“Cozinhar é uma tarefa mágica. Um punhado de farinha, manteiga e ovos pode se tornar um lindo bolo, assim como um copo de leite gelado com sorvete e morangos vira um delicioso milk-shake. Com um pouco de persistência e criatividade, as coisas se transformam, ganham brilho, vida e graça, como num passe de varinha de condão.Neste livro, Katia Canton reuniu o encanto da culinária com a fantasia dos contos de fadas para apresentar as diversas receitas que aparecem em histórias como Cinderela, Pele de Asno, O Gato de Botas e muitas outras.”